23.7.09

Valéria



“Ninguém nunca disse que eu era bonita.
Toda menina devia ser chamada de
bonita, mesmo se elas não são.”
Marilyn Monroe

"Entre lápis, sombras, blushs, “pó de arroz”, e outras tantas facetas criadas pelos homens para fazer mais que uma transformação externa, mudar aquela valorização íntima que nos deixa feliz, uma sensação de que não somos apenas pedras, que ao contrário de parecer uma mera futilidade uma maquiagem nos deixa bem.
É um bem mais que externo, uma necessidade que passa batida no dia-a-dia, sem as nuances que podem nos transformar, deixar o rosto iluminado e o coração cheio de um auto amor, amor próprio o qual não notamos.
Por mais que vejamos só pedras, somos mais que isso e não é necessário muito. Nossa beleza pode ser realçada com um pouco de batom, o qual ilumina qualquer rosto, ilumina aquele coração cansado, quase amargurado das tristezas do dia-a-dia. Merecemos sim nos sentir bonitas sempre. Não apenas quando somos convocadas a isso. Nossa beleza é única, e como é bom nos vermos em uma foto parecendo o que sempre quisemos ser. Não é parecer, é usar a sombra, desenhar o olho e fazer com que os olhos brilhem pelo simples fato de sentir-se bem.
Jamais imaginei que eu era “tudo isso”, uma boa maquiagem nos faz sentir vontade de dormir maquiada, para ver se nossos sonhos ficam tão bonitos quanto ficamos nesse “milagre” da cores, milagre das artes, que talvez seja até esquecido no afã dessa vida corrida.
Enfim, a necessidade de sentir-se bonita vai mais além do que um dia festivo, afinal a nossa vida é festiva."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails